quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Correções de bugs de segurança para o Chrome no Linux de 32 bits tem data para acabar segundo Google

Google Chrome Linux
A Google calmamente anunciou que vai acabar com suporte para seu navegador Chrome no Linux de 32 bits. Isso não afeta a compilação de 64 bits. "Para fornecer a melhor experiência para as versões mais utilizados do Linux, vamos acabar com suporte para o Google Chrome 32-bit em Linux, no Ubuntu Precise (12.04), e Debian 7 (wheezy) no início de março de 2016", escreve o Googler Dirk Pranke na lista de desenvolvedores Chromium.

"O Chrome vai continuar a funcionar nessas plataformas, mas não receberá mais atualizações e correções de segurança", escreveu ele, acrescentando: "Temos a intenção de continuar a apoiar as configurações de compilação de 32 bits em Linux para apoiar a construção do Chromium. Se você estiver usando Precise, nós recomendamos que você atualize para Trusty".

Assim, a versão de código aberto do Chromium não é afetada por esta decisão, para aqueles que realmente querem continuar usando um navegador Chrome para a família Linux de 32 bits pode continuar a fazê-lo.

Aqueles que querem relaxar sobre esta decisão também podem, naturalmente estão livres para fazer. Mas como Linux possuir uma pequena quota de mercado de desktop, não é difícil entender por que a Google iria concentrar suas energias em outro lugar quando se considera o pacote do Chrome.